Cart 0

Há Uma Única Arte da Espada (GNM HS 3227a)

Esta é uma versão livre em galego-português do manuscrito manuscrito 3227a do Germanische Nationalmuseum Nuremberg. A tradução foi desenvolvida por Diniz Cabreira, diretor da escola especializada na Kunst des Fechtens «Arte do Combate». Esta edição foi pensada como material de trabalho para a escola, mas tem também a vontade de ser útil para o resto da comunidade de HEMA lusófona. É com este propósito que a AGEA Editora tem o prazer de promover o projeto e fazer chegar o texto através dos nossos recursos editoriais para o público internacional.

20,00 

41 em stock

Product ID: 1076 REF: 0015 Categoria: Etiquetas: , , ,

[ Com esta obra AGEA Editora dá inicio à sua linha AGEA Editora Apresenta, que tem como propósito facilitar a publicação de material relacionado com as HEMA que fique além da nossa temática editorial principal, focada nas artes marciais do barroco ibérico. Podes ler uma descrição mais em detalhe no artigo já publicado acerca das nossas linhas editoriais. ]

O manuscrito GNM HS 3227a, criado entre finais do S.XIV e inícios do XV, é um das textos mais antigos a recolher a tradição da Kunst des Fechtens do semi-lendário mestre Johannes Liechtenauer. Focado no uso da espada de duas mãos em roupa «de rua», inclui também os versos dedicados ao combate a cavalo e com arnês, bem como apêndices dedicados à adaga e o Ringen, e breves indicações para o Langes Messer, as armas de haste e a espada e escudo. O 3227a é também um texto singular por quanto inclui muitos mais versos da Zedel — o poema atribuído a Johannes Liechtenauer — que nenhuma outra fonte. Estes versos vêm acrescentados dos extensos comentários dum anónimo autor que reflexiona sobre aspectos tácticos e teóricos da Arte com uma profundidade e personalidade infrequentes noutros tratados.

A tradução, feita ao longo de cinco anos, tomou como base o texto original em alto-alemão-médio, tanto lendo de imagens do original como das transcrições de Dierk Hagedorn e David Lindholm. Foi contrastada com as traduções inglesas existentes de Hull, Lindholm, Stoeppler, Wallhausen e Zabinski, bem como com algumas outras traduções para aspetos pontuais (Farrell, Kleinau, etc). Os critérios de tradução ficam descritos nos antetextos e o motivo para as escolhas, bem como explicações de possíveis interpretações alternativas, ficam profusamente anotados nas notas marginais.

Ao material original esta edição acrescenta perto de 100 páginas a tratar: Limiares; Descrição física do original; Digramas de foliação; Análise stemmatica do texto; Políticas e critérios de tradução; Bibliografia; Glossário e mais um conjunto de ensaios a tratar o contexto histórico (material, político e cultural) e teórico (o lugar do 3227a na Kunst des Fechtens, a sua relação com outros textos e descrição dalgumas particularidades).

Podes ver uma descrição mais detalhada e descarregar algumas páginas de amostra na página que o autor dedica ao livro.

Impresso com cuidado num formato singular (15×30 cm) de verticais reminiscências góticas, em papel de alta qualidade para as capas e para a camisa, Há Uma Única Arte da Espada é um livro de interesse para qualquer pessoa a estudar as artes marciais do final da Idade Média.

Editado por

Denís Fernández Cabrera

Data e local de publicação

Santiago de Compostela : AGEA, Edizer, (Sacauntos), 2018

Autor

Diniz Cabreira

Idiomas

Português

Descrição física

Papel marfim de alta gramatura. Capas em cartolina verjurada. Ediçom numerada de 100 exemplares.

Coleção

AGEA Apresenta

Data original

~1389

ISBN

978-84-948682-6-9

Páginas

194

Traduzido por

Denís Fernández Cabrera

Também pode gostar…

Espada Firme

14,00 

XVIII Century
Colour pages
English text