Cart 0

Destreza das Armas

Cerca de cem anos atrás, um homem chamado Sousa Viterbo –poeta, arqueólogo, historiador, jornalista– empreendeu a grande tarefa de escrever uma bibliografia dos livros de esgrima portugueses, que publicou sob o título A Esgrima em Portugal: Subsídios para a sua História.

Enquanto o texto descreve todas as fontes que ele conhecia no momento da publicação, Viterbo continuou pesquisando e descobrindo novos tratados de esgrima durante toda a vida. Rascunhou notas acerca de muitos destes achados em pequenos pedaços de papel que guardou entre as páginas da sua própria cópia do «Subsídios». Após o seu passamento a sua biblioteca foi vendida e os livros dispersos pelo mundo — más nós conseguimos localizar esse exemplar em que o Viterbo guardou as suas anotações e, partindo destas, localizar paradeiro das fontes não listadas na cópia impressa.

É um desses manuscritos não publicados até o momento que aqui apresentamos hoje: Destreza das Armas. Trata-se de uma compilação manuscrita de textos clássicos castelhanos da Destreza traduzidos para o português, junto com cópia de algum material autóctone. Várias das obras já foram publicadas por nós em versão original, mas a completude que este livro dá ao panorama da Destreza portuguesa, o achegar à língua galego-portuguesa e estas fontes e o atractivo estético do livro animam-nos a fazer esta edição.

25,00 

29 em stock

Product ID: 532 REF: 0010 Categoria: Etiquetas: , ,

Os conteúdos do livro são:

  1. Prólogo
  2. Diálogo entre o Mestre examinador em a Phylosophia, & Destreza das Armas, & o Discipulo pedindo o grão de Mestre, em que se declarão as 100 Concluzões ou formas de saber (tradução do Modo facil y nuevo para examinarse los maestros, de Luis Pacheco de Narváez).
  3. As Dezoito Contradiccções âs Venidas, que se uzão da Commua Destreza
  4. As 100 Concluzões de Saber da Destreza das Armas fundada em Sciencia (que, junto com o anterior, é tradução de Las Cien Conclusiones de Pacheco).
  5. Emsino de Mestres na ciencia philosophica da destreza matematica das armas (tradução do Método de enseñanza de Maestros en la Ciencia Filosófica de la Verdadera Destreza Matemática de las Armas, por Diaz de Viedma).
  6. Tratado das Lições da Espada Preta e Destreza que hão de usar os Jogadores dela (cópia do tratado do mesmo nome, escrito por Thomas Luiz, que fora publicado impresso de forma autónoma).

As traduções de Pacheco (secções 2,3,4) estão atribuídas a Luiz de Seixas de Fonseca («mestre que foy del Rey D. Afonso & del Rey D. Pedro, que Deos garde») sem citar o autor original. A tradução de Emsino de Mestres (5) atribui-se a Luis de Chexes da Fonçeca, talvez a mesma pessoa que o anterior, de novo sem citar o autor original (Diaz de Viedma). As Lições da Espada Preta constituem o texto de procedência portuguesa em esta obra –não são atribuídas a ninguém, mas tampouco é citado o autor (Thomas Luiz).

As secções de Pacheco são marcadas por umas páginas titulares, iluminadas com considerável trabalho e um vasto leque de cores, que reproduzimos. Por consideração estética, criamos também umas páginas coloridas inspiradas naquelas que marcam o início das duas obras seguintes, mas tomamos cuidado de fazer evidente que se trata de uma criação moderna.

Este livro constitui, para quem estudar a esgrima em Portugal, uma inestimável referência dos textos fundamentais da Verdadeira Destreza como eram lidos pelos mestres contemporâneos. Junto com a Oplosophia, as Lições de Marte e o Manuscrito da Espada, constitui um corpus de conhecimento fortemente conectado com o cânone da Verdadeira Destreza mas, ao tempo, indudávelmente autónomo e com rasgos próprios.

Editado por

Denís Fernández Cabrera, Manuel Valle Ortiz

Data e local de publicação

Santiago de Compostela : AGEA, Edizer, (Sacauntos)

Autor

Luiz de Seixas de Fonseca

Páginas

262

Idiomas

Português

ISBN

978-84-16121-52-6

Descrição física

Papel marfim de alta gramatura. Capas em cartolina vergê.

Coleção

AGEA Clássica

Data original

Fins do S.XVII

Também pode gostar…